O Congresso Futurista

Outro dia minha mãe me perguntou sobre a relevância das artes visuais para nossa vida. Sempre que penso nisso me lembro da Bauhaus e Mondrian e o porquê a madeira aparente em uma mesa simples subverteu a lógica rococó no design. Bom ela não entenderia já que adora uma penteadeira em estilo Luiz XV. Hoje depois de ver “O Congresso Futurista” me veio o exemplo do manifesto surrealista e como Dali e Brake deixaram como herança a possibilidade de termos um filme psicodélico como este.

Confesso que me entediei em um certo ponto: animações nunca foram o meu forte e apesar de ficção cientifica ser meu gênero favorito, um filme tão desconexo com a realidade não me atrai. Foi quando puxei o fundamento da “A Obra Aberta” de Umberto Eco e a partir de então tudo passou a fazer sentindo e eu acabei me emocionando em uma cachoeira de lágrimas.

A ideia de obra aberta passa pelo contexto que a arte não deve se auto-explicar, mas oferecer conteúdo para que o público use de suas próprias experiências para interpretar a obra e completar as lacunas criadas por ela. É a mesma ideia da droga inventada no filme onde tudo o que se cria vem dos desejos do individuo.

Pessoalmente essa ideia foi um tapa na minha cara pois o filme foi baixado de uma pasta pessoal de um rapaz que conheci. Um rapaz de beleza extraordinária que me fez criar a ideia de que possuía uma sensibilidade e inteligência nada ordinária. É como aquela droga do filme que vc passa a ver as coisas como vc quer que sejam, e a partir desta consciência eu desconstruí essa minha criação e enxerguei fora da caverna os detalhes daquela silhueta obscura. Isso é sobre a beleza da potência de nossas criações, e na minha percepção da obra, a protagonista cria ao final sua fuga: revive naquele novo mundo a vida com o filho perdido, e então, chego a conclusão de que nada temos a temer das ilusões, pois o amor sempre faz sentido.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s